Configurações
 
Meu carrinho (0 item)
Meu Carrinho

Você não possui itens no carrinho de compras.

You're currently on:

Entrevista com Reginah Araújo, autora de “O Executivo e o Canoeiro”

02/10/2014

Ela adorou perceber que o seu mais recente livro “O Executivo e o Canoeiro” (Qualitymark Editora) pode ajudar muita gente a descobrir a sua real essência, e viver “sem máscaras”. Entre lágrimas de alegria e revelação, cada sessão de autógrafos, mais do que encontros, proporciona autênticas catarses aos leitores, como a própria Reginah Araújo define nesta entrevista.

A trajetória da atual diretora e instrutora dos cursos Master Mind no Norte Fluminense é permeada por muita irreverência e ousadia. Casada e mãe de dois filhos, formou-se em Administração de Empresas com MBA em Gestão Empresarial, Psicodrama Organizacional, Programação Neurolinguística, sendo hoje Terapeuta Comportamental. Em 2011, depois de já ter sido palestrante dos Cruzeiros MSC Orchestra, Conferencista da APAS, maior Feira de Supermercados do mundo, e do CONARH – Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas ela conquistou o Prêmio TOP OF BUSINESS como Melhor Palestrante Motivacional.

Gerenciando com maestria o seu tempo, Reginah também ainda é a diretora e apresentadora do Programa Master Business na TV Costa do Sol, em Macaé - RJ, colunista da Catho, do Macaé News. Pela Qualitymark, também é autora dos livros A Arte de Pagar Micos e King Kongs e Viver Sem Culpas.

 


SITE DA QUALITYMARK - Qual foi a sua principal inspiração para a criação de “O Executivo e o Canoeiro”?

Reginah Araújo – Há quatro anos, eu fazia Canoagem em Santos (SP) e o meu professor, muito disciplinado, me fez rever meus conceitos sobre disciplina e liderança. Ele fazia com que eu enxergasse a minha vida sobre outra ótica, de humildade e serenidade. Doeu muito perceber minha arrogância e prepotência em querer ter razão e depois ter que retroceder, remando na areia, tendo que ficar meses no raso, ou seja, OBEDECER para CRESCER.


SITE DA QUALITYMARK - O seu livro traz a trajetória de um obcecado milionário que sofre um acidente, vai parar em uma ilha e passa a viver uma série de situações imprevisíveis. Pessoas obcecadas por trabalho precisam “tropeçar em uma grande pedra” para aprender a se reinventar?

Reginah Araújo - Todos nós temos um pouco do Canoeiro: simplicidade, humildade, solidariedade e espontaneidade. Em meio à correria, no decorrer da vida, muitas pessoas passam a ser workaholics, acreditando ser "normal" viver assim, passar por cima de princípios morais e éticos, família, amigos e até mesmo de si mesmo. Muitos dos executivos nem buscam o dinheiro e sim simplesmente correm o tempo todos, como o coelho do filme Alice no País das Maravilhas. Ou seja: a síndrome, do “estou atrasado, tenho que correr...”. E esquecem o mais importante.


SITE DA QUALITYMARK - Os capítulos do seu livro trazem frases marcantes que os abrem e servem como um fio condutor. Destaque aquelas que chamam, pessoalmente, a sua atenção...

Reginah Araújo – Destaco as sete abaixo:

  • “Amor é a base de tudo, assim como a comunicação. Uma família unida permanecerá unida até na hora do aperto e sairá dessa. Sendo rico ou pobre, sem amor, ninguém vai para frente”.
  • Todos nós temos medo do caos, temos horror do desconhecido, ficamos angustiados diante da falta de respostas e, nessa hora, nos deparamos com nossa própria loucura, quando as coisas nos fogem do controle e nos encontramos com nós mesmos. Você queria o melhor ou o pior de mim? Porque agora você conhece os dois.” Jordan Danvers
  • “Não importa aonde queremos chegar com o outro, o mais importante é saber onde ele está. Os meus pesadelos nada mais são do que eu buscando a mim mesmo e eu mesmo buscando meus pesadelos.”
  • “Habilidade e atitude são as ferramentas que superam qualquer diploma.”
  • “Não importa aonde queremos chegar com o outro, o mais importante é saber onde ele está. Os meus pesadelos nada mais são do que eu buscando a mim mesmo e eu mesmo buscando meus pesadelos.”
  • “Tudo está bem com você, mesmo que tudo pareça estar completamente errado, se você está em paz consigo mesmo. Inversamente, tudo está errado com você, mesmo que exteriormente tudo pareça estar bem, se você não está em paz consigo mesmo.Mahatma Gandhi
  • “Somos o resultado de nossas escolhas. Voltar a viver, simplesmente sobreviver ou morrer de tédio são pensamentos que se tornam ação. Eu crio o que quero para mim e assim torno-me verdadeiro, autor da minha própria história, escrevo com caneta firme que não se apagará jamais.

SITE DA QUALITYMARK - Que poder de transformação as frases fortes ainda têm sobre os seres humanos?

Reginah Araújo - Um impacto importante na transformação do que queremos ser. Já ouvi de alguns leitores que a frase “Somos resultados de nossas escolhas.” foi crucial para o momento em que ele vivia e tornou-se a Pedra em seu sapato que não queria mais, tomou a decisão por conta de uma frase de mudar grande parte de sua trajetória. No lançamento do livro criei o coachtógrafo que são perguntas que faço aos meus leitores para dar sua dedicatória como, por exemplo, no momento você tem mais de executivo ou de canoeiro? Ser Canoeiro é viver uma vida intencional, ser ético, espontâneo, não abrir mão de seus valores reis por nada neste mundo, é ser mais exemplo e menos sermão. E ser Executivo não tem problema algum, desde que não nos permitamos perder nossa verdadeira essência, nosso eu que nos torna seres humanos especiais.


SITE DA QUALITYMARK – Como assim?

Reginah Araújo - Nós não somos a EMPRESA, O PARCEIRO, O PAI, O DINHEIRO. Nós estamos vivendo um papel. A sua essência é a de quê: EXECUTIVO OU CANOEIRO? Esta pergunta fez com que 90% das pessoas chorassem na mesa de autógrafos em apenas três minutos e que pudesse rever sua trajetória de vida. Tivemos depoimentos de pessoas que protagonizaram verdadeiras catarses. São para essas pessoas o livro, para que não se permite passar por esta vida sem se conhecer verdadeiramente e descobrir seus valores essenciais, sem máscaras.


SITE DA QUALITYMARK - Como a ferramenta do Psicodrama pode, atualmente, ajudar os RHs a reajustarem suas trajetórias ou mesmo a ajudar suas pessoas a reconstruírem suas dinâmicas de relacionamento nas organizações?

Reginah Araújo - O Psicodrama atua profundamente nas pessoas e é capaz de transformar pessoas e empresas. O Personagem Jordan Danvers atua para que cada um de nós nos posicione e nos coloquemos em seu lugar, papel do psicodrama de trocar de papeis, assim como usar o espelho para que possamos nos ver no outro e decidir mudar. Quando o personagem incomoda ao leitor, significa que ele atuou como agente de tirá-lo da zona de conforto e enxergar outra forma de viver, que é a de Dixon, o canoeiro. O livro convida o leitor a criar sua própria história, colocando-o como protagonista em muitos momentos de forma espontânea, no melhor estilo de mudança que é o propósito do livro. TUDO O QUE NAO TE INCOMODA, TE ACOMODA. E o livro tem o propósito de INCOMODAR VERDADEIRAMENTE.


SITE DA QUALITYMARK - De que forma, a leitura de “O Executivo e o Canoeiro” pode, de fato, sensibilizar profissionais de que a verdadeira liderança começa por si mesmo? 

Reginah Araújo - Quando entendemos o poder transformador de sermos exemplo para cada pessoa que cruza o nosso caminho. Não adianta nada falarmos de ética, valores, liderança sem ação. O livro nos traz a reflexão de onde estamos em nossa liderança e onde queremos chegar. Com dicas valiosas para colocarmos em nossas vidas. Muitas pessoas acreditam que a verdadeira mudança está sempre no outro e se esquivam de se conhecer verdadeiramente, agindo como crianças birrentas ao serem contrariadas. O livro sutilmente mostra ao leitor maneiras que todos nós em algum momento exercemos nossa liderança e como somos teimosos diante dos acontecimentos que não nos são favoráveis. A proposta do livro é literalmente nos DESCONSTRUIRMOS para só depois nos CONSTRUIRMOS verdadeiramente, ou seja, colocar o novo e destruir o que é velho e não nos serve mais.

« Voltar
© Developed by CommerceLab
  • 3 modalidades de envio inclui Sedex e e-Sedex
  • Dúvidas? Fale conosco Ligue +55 (21) 3295-9800